quinta-feira, agosto 17, 2006

Queixas de um utente

"Pago os meus impostos, separo
o lixo, já não vejo televisão
há cinco meses, todos os dias
rezo pelo menos duas horas
com um livro nos joelhos,
nunca falho uma visita à família,
utilizo sempre os transportes
públicos, raramente me esqueço
de deixar água fresca no prato
do gato, tento ser correcto
com os meus vizinhos e não cuspo
na sombra dos outros

Já não me lembro se o médico
me disse ser esta receita a indicada
para salvar o mundo ou apenas
ser feliz. Seja como for,
não estou a ver resultado nenhum"

(Poema de José Miguel Silva; Música de A Naifa)

4 comentários:

Nelson Peralta disse...

Abomino o facto de agora todos nos termos transformado em utentes! Em todo o lado! Até num hospital desapareceram os doentes, são utentes! O caminho para que seja um serviço como qualquer outro.

Escrevi 3 artigos sobre a guerra, que atendendo aos teus comentários, deverás ter interesse em ler. O primeiro é este:

http://ailusaodavisao.blogspot.com/2006/05/guerra-nunca-bonita.html

Nuno Guronsan disse...

Meu caro, já li alguns dos teus artigos e de facto as tuas posições têm muito sentido para mim. Por favor, não páres, é a única coisa que tenho para te dizer.
Um abraço.

Alma da Terra disse...

fSaudações!!
Obrigado por ter compartilhado um pouquinho de você comigo.
:::::::::::::::::::::::::::::::::::

TE DESEJO UM DIA MÁGICO


:::: Alma da Terra :::::

dKin disse...

Pois, pelos vistoa há q reformular os princípios básicos... Se formos pelo contra, deixa ver... Deixamos de pagar impostos (logo, temos problemas), deixamos de separar o lixo (a longo prazo vamos viver atulhados de lixo q ñ se decompôs), passamos a ver pelos menos 5 horas de tv por dia (ou seja, estupidificamos), ñ rezamos (hummm, isto já ñ faço mesmo...), deixamos de ver a família (q é o mesmo q sermos excomungados pelos nossos pais), deixamos de utilizar os transportes públicos (passamos metade do dia no trânsito), deixamos de deixar, passo a redundância, água ao gato, (logo ele morre desidratado e ficamos sem a nossa melhor companhia), começamos a ser mal-educados para os nossos vizinhos e passamos a cuspir na sombra alheia... Tudo isto por outras palavras quer dizer q passamos a ser uns bichos anti-sociais.

Tb ñ vejo felicidade aí!(ñ tá fácil!)
Beijito ;)