sexta-feira, agosto 25, 2006

Mais valia estar calado...

Já por aqui manifestei o meu repúdio quer das acções do Hezbollah (actuais e passadas), quer das retaliações recentes de Israel, que apenas conseguiram mais mortes inocentes (que são normalmente os que pagam as favas por causa de "supostas" guerras santas). Mas daí até chegar ao ponto de dizer barbaridades como a que o sr. Chavéz proferiu, tinha de ser bastante desiquilibrado mentalmente. Aliás, o sr. em questão tem conseguido comprovar a máxima de que "ou entra mosca ou sai merda". Mil vezes as moscas...

Ah, ainda bem que o sr. Chavéz não aproveitou para comentar os diversos atentados aos direitos humanos que são praticados na grande democracia onde se encontrava de passeio. Só pode significar que o sr. Jintao é um bom cliente... Ou isso ou andaram os dois a substituirem os telhados de vidros quer da China quer da Venezuela...

5 comentários:

miguelinho disse...

Comparar as acções de Israel neste triste episódio com as acções da Alemanha Nazi é sem duvida descabido, mas não é inaceitável que um estado soberano bombardeei outro justificando isso como "auto defesa" e que nesse processo em menos de um mês faça cerca de 1000 vitimas civis.
Em uma coisa Chavez tem razão, estamos a falar de um Genocídio, estamos a falar de um crime contra a Humanidade e sem duvida que o estado hebraico e o seu governo devem ser levados perante um Tribunal Internacional de Justiça.

Nuno Guronsan disse...

Correcto, Miguelinho, mas não achas também que o homem devia primeiro olhar para a sua casa? Ou mesmo repudiar as autoridades do país onde se encontrava na altura onde proferiu estas asneiras? Afinal de contas, com atitudes contraditórias destas, que moral tem ele para querer que a "sua" Venezuela ascenda ao conselho de segurança da ONU? Só porque tem petróleo? Por amor de Deus...

inBluesY disse...

e as bombas e minas que deixam por lá essa é outra realidade.

miguelinho disse...

Sim amigo, sem duvida! Quanto á moral que homem terá para criticar Israel... bom... olha infelizmente será a mesma moral que o governo americano têm para impor sanções á Servia para que este pais entregasse os seus antigos lideres pelos crimes cometidos quando da separação da Jugoslávia e depois ande a fazer raptos de suspeitos de terrorismo para países onde a protecção aos direitos humanos é mais branda ou ate inexistente.
Enfim é o mundo que temos!...

Nuno Guronsan disse...

Obrigado por me lembrares Guantanamo. E eu aqui a disparatar sobre a China, quando os maus exemplos vêm de cima, ou melhor, do outro lado do Atlântico. Até parece que já me tinha esquecido do encontro entre as minhas cuecas e o US Department of Homeland Security...