quinta-feira, março 29, 2007

Á beira do descanso


Belém, Fevereiro de 2007

4 comentários:

o anónimo do costume disse...

Se tivesses Belém como a meta de uma célebre corrida, então nem imaginas o quanto te saberia bem este descanso! Mas tu, alinhares em maratonas (minis, só minis...), quieto... ;-)

Nuno Guronsan disse...

É verdade, sim senhor. A preguiça ainda é um dos meus pecados mortais. Preciso de mudar de atitude, é o que é. Abraço.

o anónimo do costume disse...

Mas não estás só, descansa, não estás só ("carapuça" de tamanho "suburbano", a enfiar por alguém a quem sirva...).

Nuno Guronsan disse...

:)

Abraço do tamanho da minha preguicite!