terça-feira, dezembro 06, 2005

Aleluia! Eu vi dEUS! (Ondas Sonoras - IV)

Acabou há cerca de uma hora atrás uma verdadeira cerimónia religiosa. Mais uma vez, dEUS desceu até terras lusas e nós, como bons crentes que somos, atendemos à sua chamada. O concerto até começou numa certa onda reverencial, com todos os fieis sentados, a apreciar o espectáculo de dEUS. Mas bastou o apelo do apóstolo Tom Barman para que todos saltassem das cadeiras e apreciassem as maravilhas de dEUS. A emoção ao longo das quase duas horas de espectáculo foi tanta que este vosso escriba apenas conseguiu tirar todas estas fotos defocadas que aqui aparecem. Os sons de dEUS são quase um maná caído dos céus, quer seja nos momentos mais ruidosos e crus, quer seja nos momentos mais melancólicos e quase angelicais. Todos os elementos de dEUS estavam alinhados e o seu som parecia entrar por todas as nossas entranhas e encher-nos de luz. Mesmo as músicas do último album, que em disco soam um pouco mais suaves e com menos momentos de fúria, foram dotadas de um poder e força que só a dEUS compete. Esperei mais de 12 anos para poder ver dEUS, mas foi, sem dúvida, uma espera que valeu a pena. O climax deu-se já no encore, aos primeiros acordes de "Suds & Soda". Todos os crentes deram pulos de alegria e gritaram a plenos pulmões a palavra de dEUS. Havia sorrisos nos rostos dos fieis e todos estavam a transbordar de felicidade. Era altura de dEUS se retirar para terras belgas. Tenho quase a certeza que este foi o concerto da minha vida, mas tenho que deixar que o efeito dos sons de dEUS deixe de se propagar pela minha alma. Como dEUS disse, "Thank you... For the roses, for the roses...".

2 comentários:

Sérgio disse...

Obrigado por dares-me a conhecer dEUS há uns bons anos atrás. Fizeste bem o teu papel de pregador de boa música.

Um abraço,

Sérgio

Nuno Guronsan disse...

E a ti, amigo, agradeço teres-me proporcionado finalmente assistir a um concerto de uns gajos que considero serem dos melhores músicos no mundo.