terça-feira, novembro 14, 2006

Lugar da Estrada

Por vezes as palavram apenas atrapalham. Complicam. Minimizam. Descontextualizam. Um olhar ou um gesto podem dizer quase tanto ou mais. O silêncio também pode ser visto como uma virtude, especialmente quando não sabemos concretamente como verbalizar aquilo que realmente sentimos. Poderá ser uma inépcia mas por vezes é mesmo assim que me sinto. E é provavelmente por essa razão que gosto tanto das fotografias que vou tirando por aí. Não que sejam um portento de técnica ou de beleza mas simplesmente porque são um prolongamento do meu próprio olhar e que normalmente têm uma vida temporal que até a mim me surpreende. Por isso e por tudo aquilo que escrevi nas linhas acima, é que me posso deixar de palavras confusas e deixar só uma fotografia.

4 comentários:

cristal disse...

as imagens valem mais do que as palavras?

Nuno Guronsan disse...

Às vezes... Não é sempre, senão não fazia muito sentido escrever todas as palavras que se têm acumulado neste espaço, certo?
:)

dKin disse...

É verdade, às vezes faz-me falta ter a máquina à mão para "verbalizar" certos momentos...

(p.s. Já me aconteceu ter a máquina e tirar, mas depois verificar q ela ñ captou a essência daquilo q eu estava a ver... Q desilusão!)

A disse...

Tens razão. Muita.

Às vezes as palavras estão a mais.
Como os corpos que estão a mais...

Beijos Guronsan

(no need to pic da póinte)

;)