quinta-feira, outubro 12, 2006

Referendo precisa-se!


(Imagem via Coexist Reloaded)

6 comentários:

cristal disse...

eu até dispensava o referendo, desde que alterem a lei. mas bem lembrado, Nuno.

Canochinha disse...

Se vier, já vem tarde... Só espero que não se repita o que aconteceu no último.

Patrícia disse...

Antes do referendo, informação clara que chegue a todos. É preciso desmistificar a ideia do pecado, ainda enraizada na sociedade, e mostrar que as mulheres que abortam não o fazem como método contraceptivo (acredita que ouvi esse argumento vezes sem conta).

miguelinho disse...

Sou completamente contra o referendo.
O governo que temos foi eleito democraticamente, por isso tem a responsabilidade de legislar sobre este assunto e por fim a esta lei vergonhosa.
Até porque fazer mais um referendo sobre este assunto tem uma grande desvantagem, uma vez que em 98 já foi feito um em que o "sim à vida" ganhou, se agora fizermos outro em que a actual lei do aborto seja banida, daqui a 8 ou 9 anos os defensores da actual lei terão toda a legitimidade para pediram novamente outra consulta popular.

Sea disse...

Informação que chegue a todos?!?!? Mas, alguém suficientemente culto, não sabe o que é e para que serve?
Uma das maiores vergonhas desta sociedade. De um cínismo desmedido. Só é bom, para dar a ganhar às clínicas e aos médicos privados e para que mulheres, com poucas posses, que vão a sítios inanarráveis, continuem a ver a sua vida ameaçada e a sujeitarem-se a ficar com sequelas físicas.
Informação? Informação deveria ser dada nas instituições onde as mulheres se dirigissem e lhes mostrassem que têm essa opção mas, também, a de não abortarem.
Há pessoa, tal como os políticos, que têm a mania que sabem sempre tudo e que já ouviram tudo.
Djizazzz!

A disse...

Faço minhas as palavras aí de cima do Miguelinho.

Palavra por palavra.

Ainda calha irmos a votos e o Povo que Jamais Será Vencido Burro Como É vai chumbar algo que personifica a Hipocrisia e a falta de coragem política destes Governos ditos de Esquerda.
Sabes que mais? A mim metem-me nojo; no tempo do Guterres foi o que foi e este, nem com maioria absoluta chega lá e diz BASTA... referendos, ya...

"Sim À Vida" sempre mas com dignidade e poder de escolha...

Eu vou lá e voto SIM.

Beijos Guronsan