segunda-feira, outubro 08, 2007

31 menos treze

É engraçado como as palavras mais auto-biográficas que de vez em quando por aqui deixo, são normalmente aquelas em que tenho mais dificuldade em passar para o "papel". Pelo menos é a ideia com que fico depois de ter ido ver o arquivo morto deste espaço. E que sensação estranha fica depois de me confrontar com essas palavras interiores assim, expostas ao mundo...

2 comentários:

Vertigo disse...

Como te entendo Nuno!!

Mas é uma terapia,escrever!

beijinho

Nuno Guronsan disse...

Sim, ando muito próximo disso...
Obrigado.