quinta-feira, outubro 20, 2005

O peido-mestre...

... ou o regresso do D. Sebastião, para salvar o Império?

Por mim desejo claramente que se verifique a primeira hipótese. Ao assistir à candidatura oficial do Prof. Cavaco Silva, parece que voltei atrás no tempo e estou a ver o fantasma do Natal passado. Há uma diferença, no entanto, que passa pelo marketing político, o homem está tão polido que até brilha. Parecia que se estava a conter para não dizer exactamente o que lhe ia na alma.

Apesar da grande reviravolta económica positiva que o Prof. conseguiu na sua altura, é dificíl não esquecer a prepotência com que ao mesmo tempo encarou todas as questões sociais que se lhe apresentaram. Hoje voltei a assistir a estas contradições: ao mesmo tempo que diz que o país se "desleixou" no plano económico nos últimos 5 anos, então porquê o seu afastamento e só agora o avanço? Claramente não deve ter nada a ver com a maioria absoluta do PS... Sim, porque o sr. Prof. é muito independente.

Por muito que me irrite, será que tenho mesmo de votar no Dr. Mário Soares de modo a que o título deste post se comprove?

3 comentários:

José Raposo disse...

Tão independente que ´quase estrangeiro... estranhos designios estes em que depois de 10 anos de governo o passado se torna irrelevante. Pois é o passado é o principal cartão de visita dos principais candidatos e se calhar por esse mesmo passado é que os portugueses vão optar.

Nuno Guronsan disse...

Não se pode pedir ao Manuel João Vieira para se candidatar novamente?

o anónimo do costume disse...

"O passado é um país distante" e por estes dias o fantasma dos Natais futuros parece só nos poder trazer cenários dos tormentos que nos esperam, se não arrepiarmos caminho, como aconteceu com o velho Scrooge...