segunda-feira, abril 16, 2007

Apanhada

Não há nada como ter alguém que nos devolva à realidade e que nos ajude a colocar os pés na terra. Afinal de contas, não podemos andar sempre a viajar pelas estrelas nem a sonhar acordado com dias sem preocupações mas também sem o riso que só tu me consegues dar. O tempo que passamos juntos é quase sempre curto, mas apenas posso esperar que daqui a muitos anos o recordes como o amor que sinto por ti. E não é todos os dias que alguém descobre a minha verdadeira natureza, ou assim tu o imaginas :)


3 comentários:

Patricia disse...

Num post tão pessoal apenas posso dizer...

... bonitas palavras!

Sea disse...

:)
nice. muito.

beijo

Nuno Guronsan disse...

Há poucas pessoas que me deixem ficar sem muitas palavras para dizer, porque desnecessárias. Esta é uma delas, imensa no meu coração, como provavelmente só as crianças conseguem ser...

Beijos, Patricia. Beijos, Sea.