domingo, agosto 26, 2012

Passeio

Hoje caminhei, caminhei e caminhei. E ao longo dos meus passos, tive a estranha sensação que caminhavas ao meu lado, reavivando todas as caminhadas que fizémos juntos, desde os tempos em que eu corria atrás de ti até aos tempos em que te dava o meu braço para te apoiares. E assim caminhei com um sorriso e com o sol a bater-me na cara e com o sentimento de que a minha homenagem matinal falhada ficou plenamente conseguida com a vespertina que passámos juntos. Pelo menos nas nossas almas.




 


4 comentários:

Girl Afraid disse...

Se estiveres atento, mas MESMO atento, verás alguns sinais de uma estranheza confortável que teima em não te abandonar.

Nota-se mais qdo estamos no meio da natureza e mais não digo :)

Nuno Guronsan disse...

Tenho que deixar o meu lado espiritual saltar cá para fora mais vezes....

:)

Beijos!

Suki disse...

Tens razão, as pessoas estão connosco mesmo quando não estão fisicamente. Beijinhos

Nuno Guronsan disse...

É isso tudo, minha querida amiga.
Beijos grandes.