domingo, abril 01, 2012

Um de abril

Hoje caminhei cerca de doze quilómetros, por entre serras e vales, a subir e a descer, debaixo de chuva e debaixo de sol. Houve sabores alentejanos aos quais, provavelmente, já me habituei demasiado mas que sempre são reconfortadores. Houve conversas e mais conversas com tudo e mais alguma coisa à mistura. Houve visões deslumbrantes de flores que em breve serão frutos de uma terra que merecia mais, muito mais. E houve, acima de tudo, a simpatia e a alegria das gentes alentejanas, que tornam este país um bocadinho mais bonito. E houve vozes alentejanas a cantar que cheira bem, cheira à minha cidade de nascimento, e a chamarem-me alfacinha, e outras a dizerem que não, que já sou mas é alentejano. Houve um domingo repleto de alegria, e, melhor que tudo, nada do que aqui escrevi é mentira.




2 comentários:

•○ MaRy disse...

Adorei seu blog!!!! E vc escreve muito bem, em relação a cinzentices, adoooroooo!!!!

Nuno Guronsan disse...

Obrigado, Mary. Volta sempre.